Brasileiro recebe Prêmio Heróis da Floresta das Nações Unidas

A Organização das Nações Unidas (ONU) entregou ontem (9) ao ativista brasileiro Paulo Adario o Prêmio Heróis da Floresta. Diretor do Greenpeace no Brasil, Adario teve importante papel na criação da Campanha Amazônia, uma das principais iniciativas da organização não governamental em todo o mundo.

A premiação é um reconhecimento a pessoas de todo o mundo que contribuíram para proteger as florestas e as comunidades que nelas vivem. A celebração marca o encerramento do Ano Internacional das Florestas. A ONU premiará cinco pessoas com atuação de destaque na preservação ambiental. Adario é o representante escolhido da América Latina.

Na solenidade, em Nova York, receberão uma homenagem póstuma os líderes extrativistas José Claudio Ribeiro da Silva e Maria do Espírito Santo. O casal, que vinha sendo ameaçado de morte, foi executado no ano passado em Nova Ipixuna, no Pará.

Os outros quatro vencedores regionais do Prêmio Heróis da Floresta são: Paul Nzegha Mzeka, de Camarões, escolhido como representante da África; Shigeatsu Hatakeyama, do Japão (Ásia); Anatoly Lebedev, da Rússia, (Europa); além dos norte-americanos Rhiannon Tomtishen e Madison Vorva, selecionados na América do Norte.

Fonte: Agência Brasil

Print Friendly, PDF & Email