Brasil recebe incentivo para monitoramento do desmatamento

Os Governadores do Clima e da Força Tarefa Florestas (GCF) realizaram um treinamento, em julho de 2012,  para auxiliar a medição, da notificação e da verificação (MRV) de sistemas para os redução de emissões do desmatamento e degradação florestal (REDD+). Além do Brasil, a Indonésia, o México e o Peru receberam o benefício.

Realizado na Universidade de Stanford e no campus da Google no Vale do Silício, na Califórnia, o treinamento reuniu representantes de agências governamentais e ONGs dos quatro países tropicais. Especialistas do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia Instituto (Ipam) também participaram da atividade.

Um dos equipamentos apresentados foi o CLASlite, sistema de monitoramento que converte dados de até oito diferentes sensores de satélite sobre o desmatamento e mapas detalhados da situação de perturbação da floresta.

Diferente de outros sistemas, o CLASlite também pode medir danos da exploração seletiva de madeira, emissões de gases de efeito estufa e degradação ecológica.

“Nosso objetivo é apoiar nações tropicais em seu esforço mapear a rotina de desmatamento e degradação em seus computadores”, afirmou o líder do projeto CLASlite, Greg Asner, ao portal inglês Mongabay.

Fonte: EcoD

FanPage AmbientalSustentávelCurta nossa página do facebook
Brasil recebe incentivo para monitoramento do desmatamento

Brasil recebe incentivo para monitoramento do desmatamento

Print Friendly, PDF & Email