Apenas 20% do óleo queimado no Amazonas tem destino correto

No Amazonas, 1,5 milhão de litros de óleo queimado são gerados por mês. Uma quantidade mínima tem destinação adequada. Na capital amazonense, esse número não atinge 20%, segundo levantamento de empresas de reciclagem de Manaus.

De acordo com o diretor de empresa de reciclagem na capital, Jayme Martins Chaves, a cada litro de óleo queimado, descartado na natureza, polui 1 milhão de litros de água. “É um volume muito grande que vai para o meio ambiente e que são usados de maneira errada. Um litro de óleo jogado no rio cria uma película de mais de cem metros quadrados e impede que os raios solares penetre no leito”, explicou.

Conforme o diretor, iniciativas individuais podem fazer a diferença no combate à poluição do meio ambiente.

O Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ/AM) assinou, nesta segunda-feira (30), um acordo com uma indústria local para o descarte do óleo lubrificante da frota de carros do Tribunal. São 67 veículos. Todo o material será encaminhado para reciclagem.  O TJ/AM é um dos primeiros do Brasil e o primeiro da região Norte a dar destinação ecologicamente correta ao óleo lubrificante.

Fonte: G1

FanPage AmbientalSustentávelCurta nossa página do facebook
Iniciativas devem incentivar reciclagem (Foto: Reprodução/TV Amazonas)

Iniciativas devem incentivar reciclagem (Foto: Reprodução/TV Amazonas)

Print Friendly, PDF & Email