Pesquisadores afirmam ter identificado limite de pesca para recifes de corais

É praticamente certo que os corais entram em colapso se os estoques de peixes caem para abaixo de 300Kg por hectare. Esta é a conclusão de um estudo publicado na última edição do periódico Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

Para chegar a esse número, um grupo internacional de pesquisadores analisou a relação entre a biomassa dos peixes e a situação dos recifes de corais em mais de 300 locais diferentes em nove países.

“Os peixes e os corais interagem de uma forma sinergética. Os corais fornecem proteção e moradia, enquanto os peixes comem as algas que competem com os corais por espaço. Percebemos que se a quantidade de peixes diminui a ponto de ficar abaixo dos 300Kg por hectare, todo o sistema começa a perecer”, explicou Aaron MacNeil, do Instituto Australiano de Ciência Marinha. Recifes de corais intocados podem apresentar até 1500 kg de peixe por hectare.

“Para que os recifes continuem produtivos, os países devem introduzir medidas de controle contra a pesca predatória e também fiscalizar com mais rigor”, afirmou Tim McClanahan, da Sociedade Mundial de Conservação.

Além disso, deveriam ser criadas mais áreas de proteção. Segundo os autores, existem exemplos bem sucedidos de conservação no Oceano Índico e no Quênia.

“Estabelecer áreas de proteção é essencial para garantir a sobrevivência dos recifes de corais e também contribui para a recuperação de regiões já prejudicadas”, disse Porfirio Aljño, pesquisador que monitorou recifes no Sudeste Asiático.

Fonte: Instituto Carbono Brasil

“Para que os recifes continuem produtivos, os países devem introduzir medidas de controle contra a pesca predatória e também fiscalizar com mais rigor”, afirmou Tim McClanahan, da Sociedade Mundial de Conservação.

“Para que os recifes continuem produtivos, os países devem introduzir medidas de controle contra a pesca predatória e também fiscalizar com mais rigor”, afirmou Tim McClanahan, da Sociedade Mundial de Conservação.

Print Friendly, PDF & Email