O papel das mulheres na reconstrução de nações

Na próxima quarta-feira (29.6), a Unesco abre as portas da sua sede em Paris para as mulheres. Uma conferência internacional sobre a participação feminina na reconstrução ‘pós-conflito’ será organizada pela Universidade Paris 8 em parceria com a Unesco e com o Ministério das Relações Exteriores da França.

Esta conferência pretende analisar alternativas para promover a participação das mulheres na reconstrução pós-conflito e propor recomendações concretas para que elas estimulem a igualdade de gênero e os direitos femininos na administração de paises recém recuperados de conflitos.

Competências


Com o objetivo de identificar os obstáculos para a participação feminina na reconstrução de nações, prever medidas a serem tomadas pelos governos para implementar efetivamente um Plano de Ação Nacional e elaborar estratégias para apoiar a luta contra a violência sexual e de gênero, a conferência conta com participantes de variados contextos.

Segundo a Unesco, apesar de participarem das atividades na construção da paz, as mulheres são muitas vezes excluídas das estruturas formais de decisão e formulação de políticas em situações pós-conflito. Isto significa que as experiências específicas das mulheres não são levadas em conta na elaboração de projetos de reconciliação e reconstrução e que as suas competências não são totalmente utilizados na busca de uma paz duradoura.

Decisões

Em 2000, o Conselho de Segurança da ONU aprovou a Resolução 1325 sobre mulheres, paz e segurança que convidava todos os Estados-Membros a incluir as mulheres em negociações e acordos sobre resolução de conflitos e construção da paz.

Mais de 10 anos depois, apenas 21 dos 192 membros das Nações Unidas, elaboraram um Plano Nacional de Ação para a implementação da Resolução 1325. O que significa dizer que, na prática, as mulheres ainda são excluídas das decisões e da participação pública, enquanto que problemas importantes como a violência sexual baseada no gênero continuam marcar o contexto.

(Rádio ONU)

Print Friendly, PDF & Email
Tags: