Morcego ajusta distância de onda sonora que produz para se guiar

Foto: Herbert Sobrinho/Divulgação)- Exemplar chega a medir dois metros de envergadura. Animal se alimenta apenas de frutas e néctar.

Os morcegos frugívoros (alimentam-se de frutas) emitem estalidos com a língua que os ajudam a navegar até os alimentos.
O estalido produz ondas sonoras em forma de leque, que retrocedem ao bater nos objetos, formando um eco que retorna ao morcego.

Agora, cientistas relatam que os morcegos possuem mais controle do que se pensava sobre essa ecolocalização.

Pesquisadores israelenses e americanos descobriram que os morcegos podem expandir ou encurtar as ondas sonoras e ajustar a distância que percorrem alterando a altura dos estalidos.

O que significa que eles “podem voar por uma área desordenada” e, mesmo assim, encontrar as frutas com eficiência, afirmou a autora do novo estudo, Cynthia Moss, cientista cognitiva da Universidade de Maryland, nos EUA.

O estudo está na edição atual da revista “PLoS Biology”.

Moss e seus colegas treinaram cinco morcegos frugívoros da espécie Rousettus aegyptiacus a descobrir e pousar sobre uma esfera de plástico.

A esfera foi colocada em diferentes locais dentro de um quarto escuro.

Quando os pesquisadores deixaram os diversos obstáculos no quarto, os morcegos conseguiram percorrer uma área três vezes maior com cada par de estalidos emitidos do que quando não havia obstáculos.

Isso era feito aumentando o volume dos estalidos, que são emitidos em pares, e ajustando a amplitude da onda sonora.

O ajuste da onda sonora é feito da mesma forma que os seres humanos conseguem alterar o seu campo de visão para focar um indivíduo, em uma sala repleta de pessoas.

Embora a capacidade de emitir estalidos seja exclusiva dos morcegos frugívoros, outros morcegos talvez controlem as ondas sonoras de forma semelhante, afirmou Moss.

fonte : DO “NEW YORK TIMES”_ FOLHA.COM

Print Friendly, PDF & Email