Fumante passivo corre mais risco de surdez

Não é novidade que os fumantes passivos (pessoa que não fuma, mas está próxima de alguém que têm o hábito) também sofrem com o cigarro. Porém, um estudo recente aponta um outro mal provocado pela fumaça do cigarro: o risco de perda auditiva.

Aqueles que convivem com fumantes de cigarro, charuto, cachimbo e outros derivados do tabaco têm mais chances de deixar de ouvir.

A pesquisa analisou 3.307 não fumantes com idades variadas. Os cientistas realizaram testes audiométricos e testes de sangue para analisar o nível de cotinina no sangue, um derivado da nicotina que serve como um identificador do tabagismo passivo.

A conclusão é de que o risco de essas pessoas perderem a audição é grande em relação aos que nunca fumaram ou até mesmo em relação aos ex-fumantes.

Fonte: R7

Chance de perda auditiva é maior até que a registrada em ex-fumantes

Chance de perda auditiva é maior até que a registrada em ex-fumantes

Print Friendly, PDF & Email