Frans Krajcberg celebra o ano Internacional das Florestas com plantio de mudas de árvores

O seminário "Grito" idealizado por Krajcberg chega a sua terceira edição com plantio de árvores nativas. Personalidades que participaram da primeira edição Foto : Djanira Chagas

Dedicado há décadas à causa ambiental, o artista/ativista chega aos 90 anos a todo vapor na defesa incansável pela preservação da natureza. Dessa vez, quer fazer um novo chamado global com intuito de contribuir com uma nova visão para formação de uma população mundial que se preocupe com o meio ambiente.

Ele acredita que estamos caminhando para a destruição das florestas que ainda existem, e que as pessoas que vivem hoje no planeta precisam se conscientizar de sua responsabilidade para com as condições da vida em um futuro próximo. “Estou convencido de que a humanidade pode criar um futuro mais próspero, garantindo sua própria sobrevivência. Para isso, precisamos reexaminar as grandes questões de meio ambiente e formular soluções realistas”, afirma o artista e ativista.

O seminário “Grito” idealizado por Krajcberg chega a sua terceira edição com plantio de árvores nativas. Personalidades que participaram da primeira edição como a atriz Christiane Torloni e o ator Victor Fasano vão se unir mais uma vez ao Krajcberg e comunidade local para realizar o plantio das primeiras mudas durante o evento.

Além dos artistas, a documentarista Renata Rocha que dirigiu o filme “O Grito Krajcberg” também estará presente para participar do plantio e exibir o documentário sobre vida e obra do escultor para a comunidade local. O filme foi narrado pela cantora Maria Bethânia e contou com depoimentos de personalidades como, o Governador do Estado da Bahia Jaques Wagner, a Primeira Dama do Estado da Bahia, Fátima Mendonça, a atriz Christiane Torloni, o ator Victor Fasano, os artistas plásticos Emanoel Araujo, Justino Marinho, Anna Letycia e Carlos Vergara, o filósofo José Antonio Saja e Lucenilde Araújo, coordenadora do seminário e moradora de Nova Viçosa, onde vive o escultor. Uma exibição imperdível!

Nesta edição o projeto está sendo viabilizado através do patrocínio da Suzano Papel e Celulose e contou com o apoio institucional da Prefeitura Municipal de Nova Viçosa, Amazônia Para Sempre, Governo do Estado da Bahia, Secretaria de Cultura do Estado Da Bahia, Pousada Cheiro Mar, Brasil Comunicare, Museu Inimá de Paula, Fibria Celulose, COMDEMA, Marlin Aviation, ASHONOVI e Lyptus.

A primeira edição do seminário em 2009 intitulada “Grito: Seminário Brasil Salva a Amazônia” expressou a grande preocupação de Krajcberg com a destruição da Amazônia e reuniu mais de 500 pessoas.

“Este ano, durante a programação do seminário, os convidados vão participar do plantio e dos debates. Cada árvore será batizada com o nome do cidadão que plantar a muda”. Afirma Renata Rocha que além de participar da ação é responsável pelo planejamento de comunicação do seminário desde a primeira edição.

Dando continuidade ao manifesto, em outubro de 2010, Krajcberg realizou a segunda edição do Grito em Paris, desta vez com o tema voltado para a saúde do planeta.

Este ano, com a soma de esforços e participação dos artistas, intelectuais e comunidade envolvida, o Grito chega com toda força unindo reflexão à atitude. Com isso, a proposta desta edição é contribuir com Krajcberg para plantar a vida na consciência e no coração de cada cidadão pela preservação das florestas ainda existentes no mundo.

Data e Local

Data: 04 e 05 de novembro de 2011

Local: Centro de Treinamento de Nova Viçosa

 

Fonte : Vlady Alves * imprensa.brasilcomunicare_por  Duduia Angelloni

 

Print Friendly, PDF & Email