Comum, aditivada ou premium?

Saiba a diferença entre os três tipos de gasolina e escolha a ideal para o seu carro.

É importante ficar atento que nem sempre a mais cara é a melhor e siga sempre o manual do proprietário.

Quem precisa se deslocar pela cidade com um veículo sabe que é preciso desembolsar dinheiro para abastecer o carro com combustível. Mas será que os motoristas sabem a diferença entre as gasolinas comum, aditivada e premium? Conhecer o combustível ideal para o motor do seu carro pode fazer toda a diferença e, ainda, evitar uma dor de cabeça por problemas mecânicos.

Em relação à gasolina, o que deve ficar claro, segundo o instrutor de mecânica do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Pernambuco (Senai/PE), Antônio Júnior, é que o melhor nem sempre é o mais caro (ou vice e versa). “Por exemplo, a gasolina mais cara (podium ou premium) pode não ser útil para um motor 1.0”, explica o instrutor.

O que define um bom combustível em motor de ciclo Otto, segundo Antônio Júnior, é o Índice de Octanas (IO). “O melhor desempenho do motor serão obtidos a partir de combustíveis de octanagem compatível com o projeto do propulsor”, explica. Para isso, as montadoras informam no manual do proprietário qual o melhor combustível para tal. Deve-se selecionar aquela gasolina cujo valor de octanagem mais se aproximar ao estipulado pelo fabricante

Os três tipos (comum, aditivada e premium) podem ser utilizados em qualquer veículo movido a gasolina, segundo Sávio Lopes, representante da Setta Combustíveis. “Mas, se o veículo for equipado com motor de alto desempenho, só deve utilizar gasolina de alta octanagem, ou seja, gasolina premium”, alerta. Caso o automóvel seja equipado com motor comum, “o condutor deve procurar um posto que passe confiança, abastecendo sempre no mesmo posto e optando pelo combustível que tenha o melhor preço/benefício”, dá a dica.

Saiba mais

Três tipos de gasolina:

Gasolina comum:

A mais comercializada no Brasil e facilmente encontrada. A esse tipo de gasolina não é adicionado corante, tendo esta a coloração natural (entre inconteolor e amarelada);

Gasolina aditivada:

É a comum, mesma octanagem, mas com a adição de dispersantes e detergentes, os quais têm a função de limpar os sistemas dos motores. A essa gasolina tambem é adicionado um corante para diferenciá-la da comum;

Gasolina premium

De alta octanagem (alta performance). Ela polui menos por ter teores mais baixos de enxofre. A ela são adicionados dispersantes e detergentes (melhoria do funcionamento dos motores através da limpeza dos sistemas) bem como corante.

Fonte: DIARIO de PERNAMBUCO

Setta Combustíveis

Print Friendly, PDF & Email