Cachoeira Particular em Ibiá é tombada pelo Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental

 

Cachoeira de Argenita é tombada para garantir preservação em Minas Gerais

 

 

 

Uma das paisagens mais bonitas de Ibiá, no Alto Paranaíba, agora tem preservação garantida por lei. A cachoeira de Argenita foi tombada como Patrimônio Histórico, Cultural e Ambiental do município.

Em meio às rochas, ela se apresenta exuberante na extensa Serra da Bocaina e faz parte do Circuito da Canastra, um dos pontos turísticos mais belos do Alto Paranaíba. A área pertence a quatro proprietários e Maria Lúcia Goulart é um deles. Lutou para ver o local preservado, fez abaixo assinado e acionou Ministério Público.

Tanta beleza   estava com a característica ameaçada.   Empresários de  Araxá queriam  implantar no  local uma  pequena central  hidrelétrica.

Agora a  cachoeira está  protegida e o  entorno também  foi preservado:  são quase 20  hectares de área  verde.

A presença do  urubu rei no alto  da serra é sinal do  alto nível de  preservação da  biodiversidade.    Durante o  processo de tombamento foram catalogadas várias espécies na região.

 

Fonte: O Globo

Print Friendly, PDF & Email